Dicas para a adaptação escolar do seu filho ser um sucesso

Não importa a idade do seu filho: a adaptação escolar exige uma atenção especial por parte dos pais! Isso porque é uma nova rotina para a família, especialmente para a criança que será introduzida em um novo ambiente, com pessoas diferentes no seu convívio.

E atenção não significa sofrimento. A dica principal é encarar o momento como uma jornada de crescimento! Afinal, é na escola que seu filho vai desenvolver uma série de habilidades, além de socializar com outras crianças e fazer amigos.

A escola ideal

Você com certeza pesquisou muito para chegar até a escola ideal, que está de acordo com os valores e princípios da sua família. Na Peixinho Dourado, por exemplo, acreditamos que o amor e o profissionalismo andam juntos, acompanhando o caminho das crianças na educação infantil.

Sentir segurança com o lugar que vai receber seu filho é o primeiro passo de preparação para uma adaptação escolar de sucesso. Por isso, visitar as opções e tirar todas as dúvidas sobre a rotina e metodologia da escola são iniciativas que vão contribuir no sentimento de tranquilidade dos pais, o que acaba diretamente refletindo na criança.

Hora de começar

Passada a pesquisa e visita em busca da escola certa, chega o início da adaptação escolar de fato. O momento marca uma transição, que deve ser encarada de forma positiva. Claro que leva tempo, mas ao fim do processo a criança vai ter novas referências e se sentir integrada no novo espaço, construindo dia a dia relações afetivas com as novas pessoas que vão fazer parte da sua rotina. Para que a fase seja um sucesso para pais e filho, confira algumas dicas:

– Se o seu filho começar a adaptação escolar ainda bebê, um objeto familiar pode ajudar. Os pequenos possuem uma referência de olfato muito forte, pois desde a barriga da mãe são capazes de relacionar pessoas e cheiros, atribuindo segurança diante de certos odores. Sendo assim, levar o travesseiro de casa, um paninho ou bichinho que a criança gosta vai ajudar na adaptação, especialmente na hora das sonecas.

– Crianças não possuem uma noção exata de tempo, então evite criar muita expectativa sobre a escola antes da hora. Não pergunte todo tempo se seu filho está animado ou preparado, ainda mais com tanta antecedência. Isso pode gerar muita ansiedade e inclusive atrapalhar o início da adaptação escolar.

– Segurança é um dos principais pontos quando o assunto é adaptação escolar. Então, evite sair de fininho ou mentir para seu filho. Diga que a criança ficará na escola por determinado tempo e em seguida você voltará. Por mais que tenha choro, é melhor assim do que a criança achar que você está ali e de repente se dar conta que você saiu. Isso pode gerar um sentimento negativo ou de insegurança em relação ao espaço da escola.

– Acredite no poder da empatia para lidar com as dificuldades. Se seu filho reagir negativamente na adaptação, abaixe na altura dele, olhando nos olhos, e seja sincero. Diga que entende que o momento é difícil e que você estará encarando isso com ele. Fale que a escola vai ser divertida e que aos poucos ele se sentirá mais tranquilo. Ao mesmo tempo, seja firme ao se despedir, sem voltar a qualquer choro. Acredite: muitas das crianças se acalmam antes mesmo dos pais saírem pelo portão da escola. Tenha confiança que se a situação sair da normalidade e seu filho de fato não estiver bem a escola entrará em contato.

– Algumas vezes a adaptação escolar é ainda mais difícil pela mudança nos horários da criança. Então, verifique a rotina da escola e antes do seu filho começar já tente organizar em casa o que precisa ser ajustado, como hora de comer ou sonecas. Isso vai minimizar estranhamento por parte da criança quando começar a adaptação. Também tenha em mente que pequenos cansados tendem a responder de forma mais negativa à fase. Então, certifique-se que seu filho está dormindo o suficiente toda noite, tendo o descanso necessário para encarar a rotina.

A partir das dicas, você e seu filho poderão aproveitar com mais tranquilidade e segurança a adaptação escolar, o que vai favorecer para a criança se adaptar muito mais rápido ao novo ambiente. Lembre-se que as primeiras semanas podem ser difíceis, porém com o tempo a alegria de estar em um espaço de amor e aprendizagem vai ser muito mais evidente.